Passeio de Maria Fumaça

A Estação de Bento Gonçalves é uma estação de trens turísticos localizada no município gaúcho de Bento Gonçalves.

A estação foi inaugurada pela E. F. de Carlos Barbosa a Bento Gonçalves em 1919, como ponto final do ramal de Bento Gonçalves. Logo em 1920, a Viação Férrea do Rio Grande do Sul passou a administrar a linha. O ramal foi desativado para trens de passageiros regulares em 1976.

Pouco tempo depois, por volta de 1978, uma trem turístico foi inaugurado pela RFFSA, conhecido como “Trem do Vinho” ou ainda “Trem da Uva”, em referência ao Vale dos Vinhedos, onde se encontra. Seu percurso iniciava em Carlos Barbosa, passava por Garibaldi, Bento Gonçalves e terminava em Jaboticaba.

 

Um pouco sobre o passeio

Em 1993 foi retomada a operação da linha no trecho Bento Gonçalves – Garibaldi – Carlos Barbosa pela empresa Giordani Turismo, com o objetivo de operar o passeio turístico de trem a vapor, mais conhecido como “Maria Fumaça”. Atualmente o trecho entre Bento Gonçalves e Jaboticaba está abandonado.

O passeio de Maria Fumaça é uma grande atração na Serra Gaúcha. Os turistas são recepcionados com vinho na estação de Bento Gonçalves. São 23 quilômetros de percurso e uma hora e meia de duração. Durante o passeio, há apresentações de um coral típico italiano, com show de tarantela, teatro, repentista e também pelos gaúchos.

Em Garibaldi há uma recepção com música gaúcha e italiana, além de degustação de espumante e suco de uva. No destino final, Carlos Barbosa, também acontecem apresentações de música italiana.

 

As Locomotivas

As máquinas a vapor marcaram um importante período da história, o da Revolução Industrial. No dia 27 de setembro de 1825, o mundo pela primeira vez viu uma locomotiva a vapor na Inglaterra. Hoje, restam somente alguns exemplares em todo o mundo. Três dessas raridades estão em Bento Gonçalves, uma exposta na estação férrea e as outras duas percorrendo os nossos trilhos.

MIKADO 156: Fabricada nos Estados Unidos em 1941. Trabalhou na famosa estrada de ferro Teresa Cristina em Tubarão – Santa Catarina;

YUNG 4: Fabricada na Alemanha em 1954, veio para o Brasil onde puxava 11 vagões de minério nas minas de carvão da Companhia Siderúrgica Nacional.

A composição é formada por uma locomotiva e seis carros, que juntos pesam aproximadamente 300 toneladas (90 toneladas a máquina e 30 toneladas cada vagão aproximadamente). A locomotiva é acesa com lenha e durante o trajeto o fogo é alimentado com briquete (serragem compactada) e movida a água. Este processo é realizado de forma sustentável pela Giordani Turismo utilizando água proveniente de captação pluvial. Seu consumo médio é de 4.000 litros de água por viagem e 900kg de briquete por passeio. O percurso realizado é de 23 km, numa velocidade média que varia de 20 a 30 km/h.